Teve seu WhatsApp hackeado?

Fique tranquilo. Evite entrar em pânico.

Realmente, lamentavelmente a Internet anda muito pior do que a rua das cidades onde moramos, pois é acessível INTERNACIONALMENTE, e ali na rua só tem os bandidos que conseguem atuar fisicamente por aqui.

Mas não se desespere. Aqui tem algumas dicas úteis. Leia com calma pois não significa que seja um passo-a-passo a realizar no seu caso. Use essas dicas mais para aprender sobre o assunto. De cada frase aqui, tente entender as entrelinhas de como a maquinação funciona para saber agir no seu caso.

Se você tinha habilitada a autenticação de dois fatores (2FA), os criminosos não conseguirão habilitar seu WhatsApp em outro aparelho para ter acesso aos seus contatos e conteúdo de conversas.

Ainda não precisa sair mudando senhas desesperadamente.

Comece abrindo o boletim de ocorrência na delegacia de polícia civil (eles atendem pela internet mesmo, bem fácil). Informe no BO tudo o que ocorreu até agora, inclusive o número de telefone de quem está nessa atividade fraudulenta. Daí com as evidências que você vai informar, eles possivelmente devem tirar esse número de atividade assim que puderem.

São Paulo: https://www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br/

Rio de Janeiro: https://delegaciaonline.pcivil.rj.gov.br/

Santa Catarina: https://delegaciavirtual.sc.gov.br/

Entre em contato com um técnico de confiança ou alguém que entenda bem do assunto. Informe tudo o que ocorre e o que você já fez. Peça algumas dicas.

Tente perceber se foi apenas uma ação pontual, por exemplo de alguém usando sua foto para pedir dinheiro para uma pessoa de sua família em específico. Pode ser que o WhatsApp desse seu familiar tenha sido comprometido, e não o seu. Entende?

Alerta total aos seus ambientes virtuais partir de agora, não precisa ainda sair mudando senha de tudo. Mas é claro, se tiver algo muito valioso e que você ache que pode estar vulnerável, se puder mude a senha de acesso.

Prestar atenção à tudo que puder pra ver se algo mais está comprometido, ou se está em condições normais. (e-mails, SMS, mensagens, chats, contas bancárias, notificações). Se suspeitar que algo está comprometido, mude a senha.

Avise amigos ingênuos mais próximos que estejam mais propensos a ‘cair’ cegamente na lábia desse golpista.

Oriente os familiares que receberem esse tipo de contato a procurar esse botão de “Denunciar” ou “Reportar” na tela da conversa daquele número e denunciar. Quanto mais pessoas fizer melhor.

pelo WhatsApp Web é algo assim, “Denunciar”
pelo celular, clique no menu da conversa e use o botão “Mais”
Aí está a opção de “Denunciar”

É bom também incentivar os familiares a conhecer e configurar corretamente as preferências de privacidade do WhatsApp. Isso fica nas preferências -> conta -> privacidade, e lá temos as opções que podemos restringir como por exemplo:

1) Visto por último = ninguém (daí ninguém poderá saber a última vez que você abriu seu WhatsApp)

2) Foto do perfil = meus contatos (daí não é qualquer pessoa que terá acesso à sua foto do perfil)

3) Recado = ninguém (daí ninguém poderá ler o recado que você deixa no seu perfil)

4) Desativar confirmação de leitura (daí ninguém pode saber se você leu ou não leu a mensagem)

Quando estiver com tempo leia com calma nesse artigo: https://www.mentebinaria.com.br/artigos/o-que-fazer-antes-que-seu-celular-seja-roubado-r44/

(principalmente a lista do que têm que ser feito antes disso acontecer)

O Fernando atualmente é pesquisador de segurança numa empresa renomada (a Trend Micro). Ele que escreveu esse artigo. É muito bom esse conteúdo dele!! A comunidade ‘mente binária’ é fundada por ele. Recomendo fortemente que você leia o conteúdo desse link.

2FA é de longe o item mais importante dessa lista, e eu espero que você já tenha feito.

Importante incentivar nossos familiares a ativar isso também! Nosso aplicativo de 2FA não pode ter apenas uma ou duas contas cadastradas. Deve ter todas que puder, tem que ser recheado de contas lá! Então agora é hora de pensar em todas as contas e senhas mais importantes para ir ativando 2FA. Algumas pessoas usam o app do Google, mas tem da Microsoft também, dentre outros.

Seguindo essas dicas, o negócio a partir daí é ficar calmo e esperar passar. Ao ver que não consegue o que espera, o criminoso certamente vai parar de agir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Retype the CAPTCHA code from the image
Change the CAPTCHA codeSpeak the CAPTCHA code